Vamos ajudar Erasto!!

Por Beto Azoubel

As marés da vida sempre me trazem a lembrança um ótimo texto do artista e sábio japonês Katsushika Hokusai, escrito às vésperas dos seus 80 anos – quem nunca o leu, não cometa mais esse pecado: http://dicotomicofontoura.blogspot.com.br/2009/03/hokusai.html. Não foi diferente no último dia 12 de agosto, por ocasião dos 70 anos do músico e poeta Erasto Vasconcelos. Imaginem cá comigo vocês: se para a genialidade de Hokusai foram necessários 73 primaveras para se aprender “um pouco sobre a verdadeira estrutura da natureza, dos animais, das plantas, das árvores, das aves, dos peixes e dos insetos”, o que dizer do percussionista de Sítio Novo, que antecipou tal estágio em alguns anos?! Nosso menino prodígio, foi o que pensei.

Porém, poucos dias antes de atingir a respeitável marca dos 70, Erasto teve um infarto. Susto-hospital-apreensão. Passada a trindade, ufa!, nosso jovem preto velho doido genial (os vagões de adjetivos são de Paulinho do Amparo) já se encontra em repouso na sua casa. Nada de cigarros e mais um tanto de coisas cabíveis numa vasta e perversa lista de proibições. Pior um pouquinho: remédios, seus riscos de efeitos colaterais e os preços abusivos de nossa indústria farmacêutica.

Como para solidariedade não há contra-indicações, um grupo de amigos, para ajudá-lo nas despesas com os medicamentos, resolveu promover a festa “A Hora é Essa – Feijoada para Erasto”. Será no dia 27/08, sábado, no Casbah, ali no Carmo (Rua 27 de Janeiro, N°7), Olinda. Com módicos R$ 10,00 você terá direito a um prato daquela que é a nossa mais tradicional culinária e, o mais importante, contribuirá na preservação do “Farol de Olinda” da música brasileira. Vamos lá, tal como a velha Marim, Erasto é patrimônio histórico da nossa humanidade!
Captura de tela 2016-08-22 às 12.32.00